guia rápido

Guia Rápido | Cuidados iniciais com a tatuagem

18:54

Miau! Acredito que muita gente tem vontade de fazer uma tatuagem, eu mesma, depois de muito tempo criando coragem finalmente fiz a minha. Entre os medos comuns que são: dor, alergia, não ficar como esperado, tem também a preocupação de como vai ser depois da tatuagem feita. Esse guia rápido é para você e para mim!


1. Escute seu tatuador! Parece besta, mas ainda precisamos enfatizar isso. Ninguém melhor do que ele para te dizer o que fazer e principalmente o que não fazer.
2. O plástico ou a gaze que seu tatuador colocar quando acabar a sessão, troque assim que chegar em casa e limpe com água fria. Sobre colocar um novo plástico ou não, isso é uma polêmica (das grandes), há quem defenda usar pvc e tem os que são completamente contra. Eu não usei o plástico por mais de 3 horas - nem recoloquei após a higienização.
3. Não esqueça que a tatuagem é uma cicatriz! Logo, cuide dela como tal. Evite perfumes na região, cosméticos e tecidos que arranhem a região - dê preferência ao algodão. Também lembre de não coçar! A pele que está descascando vai sair sozinha, puxar a pelinha que está saindo pode resultar uma tatuagem desbotada.
4. Use uma pomada rica em vitamina B5, a mais indicada é a Bepantol. Mas calma, não precisa formar um concreto na pele, uma camada generosa - nem muito fina, nem muito grossa - já é suficiente. Lembre de não esfregar, passe massageando. A pele ficou sem pomada? Coloque mais um camada, mas dessa vez um pouco mais fina.
5. Alimentos para evitar na primeira semana:
* Carne de porco
* Alimentos picantes
* Chocolates em excesso
* Mariscos - os molhos também

Considerações finais e perguntas que nunca querem calar: Eu senti um pouco de dor sim, não vou dizer que é tão horrível quanto tirar um dente que nasceu montado no de leite, mas dói. Se eu puder comparar, diria que é um arranhado constante de gato. Antes de começar eu estava rindo igual louca e me tremendo como se tivesse Parkinson. Após a tatuagem eu me senti muito "garota radical ai meu Deus tenho 18 anos" e fiquei me olhando no espelho a cada 15 minutos - talvez a cada 5 minutos. Espero que tenham gostado do post de hoje, não esqueça de seguir o blog aqui na lateral e me conhecer nas minhas redes sociais! Leia mais sobre esse tema aqui. Tem tatuagem? Me conta como foi sua experiência! Vou esperar por todos! Beijinhos, Juju.

cabelo

Meus cachos | Moda x Identidade

18:00

Miau! Há algum tempo que tenho vontade de falar sobre a relação moda e cabelo cacheado. Talvez pelo simples fato de eu ter passado por uma transição capilar e escutado inúmeras vezes que "cabelo cacheado tá na moda". Será que assumir os cachos é só um capricho ou é bem mais que isso? 


Esse não é um tradicional post sobre "como fazer x, como usar y", é um post sobre reflexão. Hoje em dia não é difícil encontrar quem diga que usar o cabelo natural é uma moda, uma fase que vai passar, é aí que eu penso: até onde vai nosso parâmetro de moda e empoderamento? Noto bastante que existem pessoas que apenas querem dar "close", que querem sair bonitas numa foto ou numa postagem e pensam que se estão "todos falando sobre esse assunto, precisa falar/participar também". 

Assim, essas mesmas pessoas fingem fazer parte de uma luta que vai muito além da estética. Uma luta que há anos tentamos vencer, o fato de desconstruir uma imagem e um padrão de beleza vai muito além da aparência. Passar por uma transição capilar não é brincadeira, para hoje, eu precisava convidar uma grande amiga minha, Luciellen Assis que além de youtuber, também passou pela transição e tem um posicionamento muito firme acerca desse tema.

1. Quando vc sentiu necessidade de mudar?  "Eu decidi mudar por causa da curiosidade e pelo cansaço da rotina de alisar o cabelo toda semana". 
2. Como você se sentiu ao mudar? "Eu percebi que não era uma simples mudança de cabelo, mas de estilo de vida. Minha vida mudou completamente depois da minha transição capilar".
3. Sua relação na moda com seu cabelo: "Eu não costumo ver meu cabelo como moda, então não tenho uma resposta exata para isso. Mas de qualquer forma, acredito que minha forma de me vestir mudou muito depois que assumi o cabelo natural".
4. Seu engajamento na luta contra o preconceito estético: "O racismo ainda prejudica muito a população negra e eu tenho feito meu trabalho nas redes sociais em prol da mudança desse estereótipo racista". 
5. O que vc acha da chamada "moda dos cachos": "Acredito que não existe moda dos cachos e sim aceitação e empoderamento coletivo. Mulheres negras estão aprendendo a amar quem são e ensinando umas as outras como é bom ter a liberdade de serem quem são. Dizer que isso é um simples modismo é mais uma maneira de silenciar o negro e toda sua luta".


O meu cabelo, o seu cabelo, nosso cabelo é bem mais do que uma tendência. Nosso cabelo é um sinônimo de coragem, de mudança e de força! Vai além do que as pessoas julgam como moda. Com esse post pensei em falar um pouco sobre minha transição, o que acham? Deixem aqui no comentário a resposta! E também espero o posicionamente de vocês sobre o tema de hoje. Um beijão, acredite em você, Juju xx.

moda

Barbie girl | O rosa voltou a ser tendência?

08:30

Miau! Há um tempo que eu noto que o rosa voltou a passear pelo guarda roupa da galera, após o preto dominar e o caramelo se sobressair, a cor favorita da Barbie - e minha - está vindo pouco a pouco para ficar.


A Pantone como sempre bateu o carimbo e já tinha anunciado que o Rosa Quartz seria *a cor de 2016*. Sou suspeita para falar sobre essa trend color já que eu sou apaixonada por rosa, mas, o que eu achei mais legal foram as misturas de estilos com essa cor. Está bem uma junção de "Patricinhas de Beverly Hills" com o street style basicão e a leveza romântica, só que sem muito frufru. 

Para os que não são muito chegados nos tons berrantes, nem precisam se preocupar. Com a alta do minimalismo - muito por ser um momento de crise em que precisamos gastar menos - e pela crescente consciência do "pouco consumo ou slow fashion", os tons de rosa vão ser bem no tom pastel. Claro que, cada um usa a cor com a tonalidade que mais agradar. 
A dica da Juju para compor sem erros é juntar o clássico branco e rosa. Para sair um pouco desse duque experimente com cores frias como cinza e azul, não esquecendo também que o preto combina com tudo. Quem gosta mais de ousar pode dar combinar com acessórios que fujam do óbvio, com tamanhos e cortes diferentes ou com o que faça se sentir bem.

Espero que tenham gostado do post de hoje! Gostam de rosa assim como eu? As fotos de hoje foram dos sites x, x, x. Deixe sua opinião aqui nos comentários <3 Até mais, beijinhos beijinhos, Juju! xx

apresentação

De cara nova | Guess who's back

14:00

Miau! Gente, que saudade de escrever aqui! Vontade de digitar várias !!!!!!! mas vou segurar a empolga e parecer normal. Sumi mesmo, sumi feio e rude, não tenho desculpas dessa vez - até porque é a mesma coisa de sempre. Meu pedido de desculpa dessa vez está sendo feito por esse novo template clean e clássico - tá na moda (?) - já que aquele outro tinha "cor demais para meu gosto".

Como em todas as vezes, não superei a falta que meu blog me faz. Agradeço aos meus leitores fiéis que mesmo após meses sem digitar sequer uma linha, continuam visitando esse espaço aqui. Obrigada, de verdade!  
Nessa "nova fase pela milésima vez" separei uns temas diferentes, como mundo pet, fitness, DIY e guias práticos. Espero cumprir minhas promessas e deixar meu blog sempre lindinho e atualizado. Aguardo vocês aqui mais vezes, um beijo da Juju! xx

Flickr