Transição Capilar | Lidando com as consequências parte 2/3

16:28

Miau! Antes de tudo quero agradecer muito pela repercussão da parte 1, vocês nem imaginam a felicidade que eu tive em saber que tá sendo útil para muita gente. Nessa parte 2 vou falar mais sobre o desastre que foi minha primeira transição, como eu lidei com o maior corte químico que já tive e como eu resolvi parar de alisar de vez.


No post anterior eu terminei falando sobre o corte químico que foi o decisivo para largar os alisantes. Então, nesse corte eu estava justamente tentando cachear com amônia usando bigundinho, o que claramente não deu certo. Eu tinha uns 16 anos, quase 17, e meu cabelo estava num comprimento médio, além de alisar tinha inventado de colorir o fundo - que foi a época mais feliz de todas, morro de saudades do meu vermelhinho

Passei 01 ano com o cabelo colorido no fundo que misturado com os produtos detonou bastante, nesse período eu viajei e ai não tive cuidado nenhum, hidratação nenhuma e só me restou cortar o cabelo na volta. Na época tava passando uma novela e eu me apaixonei pelo corte da Sophie Charlote. Bem plena, fui na cabeleireira e cortei igual - para minha sorte ficou maravilhoso!

Esse foi de longe um dos cortes que mais gostei (e usei por muito tempo). Até que resolvi tentar cachear com bigudinho, o cabelo já estava mais forte e achei que não teria problema. O que aconteceu de fato foi que o cabelo caiu e não foi pouco. A cabeleireira chorou, um corre corre no salão, e eu sem nem saber o que tava acontecendo, foi ai que veio a bomba "vamos precisar cortar seu cabelo". Para a surpresa de todos, principalmente de minha mãe, eu não me importei com o fato de ter que cortar o cabelo bem curto, fiquei com um Chanel muito estiloso e segui a vida.
(Desculpem pela qualidade da foto, juro que procurei por uma melhor)

A vida não seguiu tão tranquilamente assim. Nas fotos não dá para perceber, mas a parte de trás estava um cotoquinho, meu cabelo nem parecia que teve volume algum dia porque foi muito grave. Ninguém podia passar a mão no meu cabelo, porque caíam uns tufos, banho de piscina era impossível porque o cabelo molhado ficava ainda mais fraco, ou seja, foi uma bagaceira. Nesse momento eu vi que tava na hora de dar um basta na situação, parei com a amônia, migrei para um produto um pouco mais fraco para "baixar a raiz". Consegui recuperar meu e ai começou minha fase falsa cacheada.



Aqui em Salvador tem um salão especializado em cabelo cacheado e crespo. Uma amiga minha frequentava e me indicou, fui lá fazer um teste e o cabelo aguentou e ficou com o cacho lindo, o resumo da ópera vocês já imaginam: cacheei com amônia. Diferente de todas as outras vezes, o cabelo REALMENTE cacheou!! Foi uma felicidade sem tamanho, eu já estava na faculdade, meus colegas falaram como ficou lindo e toda aquela agonia de "tá tão mais bonito com os cachinhos"... Repeti esse processo por mais duas vezes e na última vez percebi que o cabelo estava voltando a ficar fraco e que sai de uma "escravidão" para outra, resolvi entrar novamente em transição. 

A grande diferença dessa segunda transição para a primeira era que meu cabelo já estava com cachos. Foi muito mais fácil para lidar com a raiz e com o que eu via no espelho, eu também estava mais madura, tinha outro pensamento. Mesmo com o desejo de deixar cachear de forma natural, não tinha abandonado as químicas mais fraquinhas para "soltar os cachos". Posso dizer que já estava feliz com a forma que meu cabelo estava, os cachos eram como eu sonhava, estava de novo macio, bem cuidado, mas tinha uma coisa que me incomodava de forma absurda que eram as pontas lisas.

Eu detestava o fato das pontas ficarem super lisas e o restante do cabelo cheio. Encontrei outro salão especializado em cabelos cacheados e crespos que usa um tratamento bem natural para definição e já falei dos produtos aqui nesse post. Amadureci um pouco mais o sentimento de "perder" meu cabelo, já pensava em fazer o big chop (BC) e criei coragem para agora em novembro/2016 cortar toda a parte que ainda tinha resquício de químicas. Meu BC e tudo como lidei com ele vai tá aqui no blog na parte 3 - a última dessa saga da transição. Espero que essa parte 2 ajude vocês tanto quanto a primeira! Beijinhos @jumaynart <3 

You Might Also Like

2 comentários

  1. Sempre te vi tão linda que nunquinha podia imaginar toda essa "saga" kkkkkkk feliz que vc tenha encontrado o caminho!!! Bjokas boa sorte Juju ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhhh Cella! Que linda! Obrigada amor <3 Muito sucesso na sua vida!

      Excluir

Like us on Facebook

Flickr Images